definitivo-cabecalho-rapadura2_edited.jp

•blog•

Remédio Sem Causa lança single inédito




Ouça clicando aqui Texto por Juliana Trevisan

Quem acompanha a banda há mais tempo já deve ter percebido que a Remédio Sem Causa tem acrescentado outras influências nas suas composições pra além do punk hardcore. O amadurecimento saudável e orgânico da banda acontece conforme novos sons, gêneros e artistas são descobertos pelos membros e se tornam grandes agregadores e canalizadores criativos. Além desse ampliar dos horizontes musicais, ainda temos a recente entrada de Thiago Trotta - com trabalho solo também lançado pela Rapadura.



Independente de ser um som mais regado por indie do que de hardcore, ou não, o que importa na verdade é que conteúdo das letras da RSC aparentemente jamais deixará de ser político, talvez até porque não tem como fazer música sem tratar da nossa indignação dos últimos anos, mas principalmente pela forma como os membros da banda interpretam a possibilidade de serem ouvidos e cantados.



Em "Intenções", o titulo esconde o refrão contagiante e chiclete que vem nos próximos segundos, exprimindo o sentimento de morar no Brasil nos últimos anos. Cantar "Eu não suporto você" é expurgar e canalizar toda nossa raiva pra algum outro lugar, seja enquanto ouvimos no quarto, na rua ou num show (o que esperamos em breve). Porque se tem uma coisa que sentimos hoje é o não suportar. Não suportamos mais os antivax, conspiracionistas, cidadãos de bem, bolsonaristas, sabões neutros que acham que podem anular o voto nas eleições, pró vidas que defendem a morte de mulheres nas custas da impossibilidade de um abortamento seguro, estupradores, transfóbicos, racistas, enfim, a lista é infinita - infelizmente.


Eu não suporto mais muita gente, MUITA gente, e poder sentir o pertencimento entre os revoltados é o que preciso pra pensar que é possível mobilização através da raiva, até porque "às vezes pode até parecer redundante, mas você não consegue impedir que eu cante".

Além da letra sincera e pontual, o solo de guitarra e todo o conjunto instrumental têm algo extremamente dançante, confortável e que contagia, sendo o casamento perfeito pra uma música que não vai sair da sua cabeça - e é provável que você nem queira que saia mesmo, então valeu, RSC!


A mixagem e masterização são de Bernardo Berg. Remédio Sem Causa é Igor Monteiro, Giovane Dâmaso, Vinícius Batista e Thiago Trotta.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo